top of page
  • Foto do escritorPlano Angelus

O que fazer com as redes sociais do falecido?

Lidar com a perda de um ente querido é sempre uma tarefa difícil e dolorosa, especialmente quando se trata de suas contas de redes sociais. As mídias sociais se tornaram parte de nossas vidas, pois nelas compartilhamos momentos importantes e mantemos contato com amigos e familiares, o que torna o processo de lidar com suas contas após a morte um desafio.


Neste post, discutiremos algumas maneiras de lidar com as contas de redes sociais de um falecido.


Pessoa mexendo no celular com o rosto apoiado na palma da mão

| Informe a plataforma de redes sociais


A primeira coisa que deve ser feita é entrar em contato com a plataforma de redes sociais e informá-los do falecimento do usuário. As plataformas geralmente têm políticas claras sobre o que acontece com as contas de usuários que faleceram, portanto, certifique-se de seguir as instruções fornecidas. Em alguns casos, a plataforma pode exigir uma prova de óbito ou uma declaração oficial antes de permitir que a conta seja removida ou transformada em uma conta memorial.


| Decida se a conta deve ser desativada ou transformada em uma conta memorial


Depois de informar a plataforma de redes sociais, é hora de decidir o que fazer com a conta do falecido. Existem duas opções: desativar a conta ou transformá-la em uma conta memorial. Desativar a conta significa que ela será permanentemente removida, enquanto a conta memorial permanecerá na plataforma para homenagear a pessoa falecida. Uma conta memorial não pode ser editada e não aparecerá em pesquisas públicas, mas amigos e familiares ainda poderão visitá-la para prestar homenagens.


| Avise os amigos e familiares


Depois de decidir o que fazer com a conta da pessoa que faleceu, é importante notificar os amigos e familiares sobre a decisão. Isso pode ajudar a evitar que a conta seja hackeada ou usada indevidamente. Além disso, pode ser reconfortante para os entes queridos saberem que a conta será mantida em memória do ente querido.


| Crie uma página de homenagem


Outra opção é criar uma página de homenagem em memória de quem faleceu. Isso pode ser feito em uma plataforma de redes sociais diferente ou em um site separado. Uma página de homenagem pode ser uma maneira significativa de compartilhar memórias, fotos e histórias sobre a pessoa falecida.


| Considere usar um gerenciador de senhas


Se você é o executor do testamento ou tem acesso a conta do falecido, considere usar um gerenciador de senhas para manter todas as informações importantes em um só lugar. Isso pode ajudar a evitar que as senhas sejam perdidas e tornar o processo de lidar com as contas de redes sociais mais fácil.


O processo de lidar com as redes sociais de um ente querido falecido pode ser difícil, mas é importante decidir o que fazer com as contas e notificar amigos e familiares sobre a decisão.

Comments


bottom of page